Em defesa de Bethânia


A diva brasileira de voz potente e cabelos fartos, Maria Bethânia, está dando o que falar devido ao 1,3 milhão que ganhou do ministério da cultura (MinC) para criar um simples blog de poemas intitulado "O mundo precisa de poesias". A revolta surge porque todos nós, brasileiros, sabemos que ter uma página na internet (muito menos um blog) é mais barato que uma casinha lá na marambaia - para quem não pegou a piada, eu quis dizer que não é tão caro assim. Mas a Lei de Incentivo a Cultura (Rouranet), da forma que foi formulada, permite que esses absurdos aconteçam sempre. Sendo assim, que culpa a baiana tem?

Aqui no Blog já foi postada uma entrevista com o músico Téo Ruiz sobre a Lei Rouranet, mas para quem não pegou vou resumir a ironia dela com base em um ótimo artigo que li sobre o episódio no site Imprença. Em suma, pode-se dizer que a Lei Rouranet não prevê que o governo, diretamente, financie um projeto cultural. Na verdade o que a Rouranet prevê é que empresas interessadas em bancar projetos possam fazê-lo ganhando com isso um desconto de até 4% no Imposto de Renda (IR).

Após obter esse desconto é muito melhor para uma empresa financiar projetos de artistas conhecidos, pois o próprio público vai trazer retorno monetário, passando para eles [o público] a responsabilidade de serem os reais financiadores do projeto (enquanto a empresa guarda o descontão no IR para si). A fórmula é tão manjada que diversos artistas consagrados foram contemplados pela Lei, a revista Algo Mais cita artistas como Roberto Carlos, Xuxa, Cirque Du Soleil, Zezé de Camargo e Luciano. E todos financiados com valores altíssimos. Marisa Monte, por exemplo, ganhou no Minc autorização para captar R$ 4.994.530,00. É mole ou não é? Sabendo disso, fica até difícil culpar Bethânia.


O que devemos aprender com o epsódio?

Primeiro é que chorar não vale, mas o protesto de forma consciente sempre é bem vindo. E se o mundo é virtual, porque não usar armas virais? O site Fubap criou um contra-projeto ao de Bethânia chamado 365 poemas a um real. Nele as pessoas comuns são incentivadas a gravarem vídeos recitando poesias para serem postadas. A idéia está sendo bem recebida e divulgada entre os blogueiros e qualquer um pode participar, basta ler o regulamento.

Leia também:

>> Gerrilha Tecnológica: Produza com o que você tem! Entrevista: Antônio Brasil (Jornalista)

Comments :

10 comentários to “Em defesa de Bethânia”
Macaco Pipi disse...
on 

dxa a moça :D

Bruna disse...
on 

NAO ADIANTA, TUDO GIRA EM TORNO DO LUCRO!
LUCRO LUCRO E MAIS LUCRO!
http://masvejamosbem.blogspot.com

ALMANAKUT BRASIL disse...
on 

Manda a Bethânia e toda essa corja da MPB da Lei Sarney, comunistas de país capitalista, para a puta que o pariu!

Empresa que apoiar isso, será cúmplice dessa imoralidade!

Marques disse...
on 

Poxa,parece que o dinheiro tranborda por um lado e nem aparece no outro extremo.

Lucyano disse...
on 

Tollen, visito vários blogs semanalmente e encontro muito material de qualidade, e todos são gratuitos...
Foi ótimo vc citar outros artistas que são beneficiados. Bela postagem
Abraço
Lucyano Jorge
http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/

Mosaicos de uma vida disse...
on 

A iniciativa dela pode até ser louvável, porém o valor não justifica. Trabalho em uma ONG com projetos sociais e culturais em comunidades de baixa renda e precisamos fazer milagres com recursos do financimento para que os projetos sejam concluidos com êxito e qualidade. Nossos projetos não chegam a 1% do valor disponibilizado para o Blog da Bethânia. É tudo que conseguimos. Querem defender, tudo bem... mas, ninguém é besta. Não taparemos o sol com a peneira.

tollen disse...
on 

@Macaco Pipi: A moça? Se Bethânia lesse isso ganharia o dia, rs. Na verdade, ficaria é braba. De moça ela não tem nada.

@Bruna: Pois é, mas nem isso não significa que as desigualdades tenham que ser tão discrepantes. No Japão tudo gira em torno do lucro també, e lá o desenvolvimento é bem maior.

@ALMANAKUT BRASIL: Fala amigo Almanakut, rs, gostei da indignação. O problema é que no Brasil mandar não basta, a gente tem é que protestar mesmo. Mas quais do muito ouvem os pouco que protestam?

@Lucyano: Obrigado Luciano, e a lista não pára por aí.

@Mosaicos de uma vida: Verdade Mosaicos, e bem interessante o seu relato. Caetano, em uma carta, tentou justificar o gesto de Bethânia dizendo que os vídeos passariam em favelas. Como você bem provou, isso não é desculpa, pois projetos de baixo orçamento são executados com bastante sucessos em áreas de baixa renda. Obrigado pelo comentário.

Euzer Lopes disse...
on 

Eu só posso dizer uma coisa...
Esperta foi ela que conseguiu.
Sabe aquele papo: deve ser tão impensado que nem vou tentar? Pois ela foi e tentou... Me lembra um dito que tem por aí: "Como ninguém falou que não podia, foi lá e fez!"

beto disse...
on 

Ela sumiu!!
http://plantasmedicinaisamazonas.blogspot.com/

http://plantasmedicinaisamazonas.blogspot.com/

Iguimarães disse...
on 

queria eu ganhar isso tudo pra escrever.
certa ela.
bom de graça,melhor pagando

Postar um comentário

 

Quem sou

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Meu nome é Sidmar Jr. sou jornalista formado e afixionado por Blogs, Comunidades Virtuais e Novas Tecnologias. Trabalho na área de Webwriting em um portal de Intranet corporativa.

Entrevistas

BlogBlogs.Com.Br